Notícias

Diferencial no Currículo

"Curso para se expressar melhor pode ser um diferencial no currículo"
No quadro “Meu emprego”, do programa Fantástico da Rede Globo (10/04/2011), Max Gehringer evidencia a importância da boa comunicação oral no mercado de trabalho e diz que é tão importante quanto o domínio do inglês. Ressalta que é fundamental que as pessoas realizem cursos para aprimorar a Comunicação.
 
Durante os cursos que ministro em universidades, faculdades e no meio corporativo, alerto que, o domínio da fala, da voz e da postura corporal é tão importante que, assim como a fluência na língua inglesa, os aspirantes a uma vaga no mercado de trabalho, devem ter no seu currículo curso de Dicção e Oratória.
 
Atenção: o consultor em comunicação que deu dicas no quadro “Meu emprego”, do programa Fantástico da Rede Globo, diz que, para melhorar a pronuncia das palavras e aconselhável ler textos com um lápis ou com os dedos na boca. Como fonoaudióloga, desaconselho esta prática, pois, com o lápis a articulação fica horizontal e sem projeção. Para melhorar a articulação das palavras, sugiro então, usar uma rolha de vinho cortada pela metade entre os dentes. Ela é redonda e amplia os movimentos. Porém, alerto que, pessoas que têm bruxismo (que rangem os dentes) e que têm problemas na ATM (articulação temporo-mandibular) não devem realizar tal exercício, pois sobrecarrega a ATM e causa tensão, podendo ser prejudicial.
 
A voz traduz emoções! A voz provoca emoções e reações! A voz denuncia!
 
A voz, a fala e a expressão corporal e facial devem estar em harmonia com o conteúdo da mensagem, caso contrário a exposição oral pode ser um desastre. Muitas pessoas chamam mais atenção pela voz, que pode estar alterada, do que pelo conhecimento técnico. O importante é se escutar e identificar, antes de qualquer apresentação, erros de articulação e vícios de linguagem. Podemos não nascer oradores, mas podemos nos transformar em um.
 
Falar bem é utilizar o conhecimento técnico e o adquirido durante a vida para organizar o pensamento. É articular as palavras de forma clara e precisa, com qualidade vocal agradável associada a adequada expressão facial e corporal. Com tudo isso, ficará mais fácil manter o controle emocional para convencer e encantar o público.
 
Pesquisas relatam que um bom uso do vocabulário influi na carreira!.
 
"Um estudo feito em 38 empresas americanas mostrou que a chance de ascensão profissional está diretamente ligada ao vocabulário que a pessoa domina. Quanto maior seu repertório, mais competência e segurança ela terá para absorver novas idéias e falar bem em público".    
 
Fonte : Revista Veja/set-07 - Johnson O'Connor Research Foundation e Paul Nation

 contato@falandobem.com.br